O DESAFIO

Para dar conta da presença digital, a Melissa vem aumentando seus investimentos em um website mundial. Hoje, tem milhões de visitantes únicos e mais de 60 milhões de acessos por mês.

O site estava em execução na AWS e usando máquinas virtuais EC2 tradicionais. As principais preocupações foram a produtividade dos desenvolvedores devido ao overhead operacional para manter as coisas funcionando, e a complexidade para atualizar as aplicações envolvidas, atrasando a estratégia e a velocidade das mudanças. “Todos sabemos o quão importante é ser rápido nos dias de hoje”, diz Marco Anu, COO da Transa Inc.

A SOLUÇÃO

O uso de containers para desenvolver e executar as aplicações foi uma decisão simples. Os benefícios eram muito grandes para serem ignorados. No entanto, a complexidade envolvida na gestão de um ambiente de produção em container e, também, na vinculação com a integração contínua e também na integração de CI/CD custaria muito se fosse feito internamente, o que acabaria por ofuscar os benefícios.

A Transa escolheu a Getup porque era a única plataforma que permitia que seus desenvolvedores aproveitassem as aplicações existentes sem nenhuma ou com apenas pequenas mudanças, e, também, para se conectar nas ferramentas de desenvolvimento e entrega já existentes. A versão Getup Platform totalmente hospedada, monitorada e gerenciada foi a escolha para diminuir o overhead operacional, liberando os desenvolvedores dessas tarefas.

RESULTADOS

A estratégia de entrega contínua criada usando as ferramentas já estabelecidas trouxe automação nos testes de código e implantação de novos recursos, oferecendo mudanças rápidas, consistentes e confiáveis em produção.

A plataforma aumentou a disponibilidade do site, a nova arquitetura roda com serviços e componentes em múltiplas réplicas, distribuídas em vários servidores e diferentes zonas do datacenter (AZ’s – zonas de disponibilidade).

Embora a redução de custos não fosse o principal objetivo, ao executar as aplicações usando containers na Getup Platform, vimos uma queda de 40% nos custos de infraestrutura.

o digital tem uma importância vital para todas as nossas estratégias de relacionamento com as nossas fãs, seja um relacionamento comercial, de conteúdo ou simplesmente como uma via de acesso do nosso público ao universo da marca.

Paulinho Pedó

A Transa Inc, uma empresa brasileira que oferece inteligência de marca, design de experiência e conteúdo de marca, inicialmente foi chamada pela Melissa para desenvolver seu novo site oficial. A verdadeira oportunidade, no entanto, provou ser a total reformulação da estratégia digital da marca, conectando a Melissa com sua maciça e fiel base de fãs por meio da própria metodologia da Transa Inc: o Triplo C (Conteúdo + Comunidade + Comércio). A Transa Inc desenvolveu uma plataforma liderada por um feed orgânico e imersivo, atualizado todos os dias e conectado às redes sociais e à loja online da marca.

A plataforma Getup foi a escolha perfeita para o desenvolvimento e execução das aplicações da Melissa, permitindo que a Transa Inc foque no mais importante: trabalhar continuamente com novos conteúdos e recursos para potencializar a marca mais amada do Brasil.

SOBRE A MELISSA

Fundada em 1979, a Melissa é uma marca icônica global de calçados. Sofisticada, estilosa e ecológica, está presente em mais de 80 países. A ampla presença internacional da Melissa fez com que se tornasse uma das maiores fabricantes de calçados do mundo.

NÚMEROS E INFOS DA GRENDENE

  • Fundada em 1971
  • Presente em 80+ países
  • 176 milhões de pares de sapato por ano
  • 400 novos produtos todo ano

SOBRE A TRANSA

Inteligencia de Marca. Design de Experiência. Conteúdo de Marca.
A Transa catalisa mudanças com marcas globais como a Melissa, a Coca-Cola, a Coza e a Brazilian Leather.

TORNAMOS A INFRAESTRUTURA INVISÍVEL

Não é a infra-estrutura que define quem ganha, é o que você constrói em cima dela e a que velocidade. Na Getup, acreditamos que o desenvolvimento de software pode ser um fator diferenciador nas empresas e na vida das pessoas.

Produtividade. Eficiência Operacional.

Unlock the Kubernetes potential
Get in touch